terça-feira, 26 de agosto de 2014

Já raiou o dia...

Sundries

E foi vê-la.
Queria beijá-la com ternura.
Angústia, tristeza, solidão, raiou o dia,
Já vou viajar...

Dormia, e no escuro, só lhe ouvia o ressonar forte.
Do meu, pensou, por sorte ou ironia, reclamava, me fez partir...

Não ousou o beijo. Silente, sentiu seu perfume; na memória que tudo ilumina, viu seu corpo, corpo dono daquele perfume, dono de mim, quer o queira ou não, pensou. Silente, se despediu.

Trânsito já intenso; ainda assim chegou bem cedo ao aeroporto. Filas, despacho da mala, cartão de embarque; Polícia Federal, passaporte, revista, embarcou enfim. Fazia tudo mecanicamente; revia a cena sempre, guardara sua imagem, seus sons e cheiro, como companheiros na longa viagem.

Rotina, a mesma de sempre, cidades diferentes, reuniões de sempre, rodar sem nem ver a paisagem, sem reter marcos, apenas vislumbres de cada uma...
Almoços e jantares formais, ou só, solitário, protegido ou distraído por um trabalho ou livro sobre a mesa.
Um “night cap” pesado, ansiando por sono profundo.

Noite límpida de fim de primavera, lua quase cheia, deixou a janela aberta.

Alazão da noite, em suas crinas soltas, me embale, pra longe me leve, me leve pra lá!
Em sonho quase verdade, banhado em luz, a luz do luar.
E eu a beijo, desperta alegre, sorri, e me chama.
Ah, seu cheiro! Acaricio seu corpo como tanto fiz, nos amamos como tanto...
Um lar repleto de... lar,

Não! Não quero despertar!

FMFG
Agosto de 2014



Clique no assunto para acessar as respectivas postagens:

administração pública (1) amizade (1) Anabela Gradim (1) Ano Novo (1) António Fidalgo (1) Apresentação (1) Aquecimento Global (1) argonautas (1) Arnaldo Jabor (1) ateísmo (1) ateísmo militante (1) autossuficiência (1) AVAAZ (1) bancos (1) boto (1) Brahms (1) Brasil (3) Bunker Roy (1) Carl Sagan (1) carro elétrico (1) Chico Buarque (1) China (1) cidadania (1) Ciências (5) Claudio Villas Boas (1) comunismo (1) Congresso (1) consumo de energia (1) crianças (1) crônica (3) cultura (1) Decreto 8.243 (1) Delfos (1) Descobrimentos (1) desenho (1) Dia Novo (1) Ditadura (1) DNA (1) Dori Caymmi (1) E não houve tempestade em Tóquio (2) efeito borboleta (1) eleições (2) eletricidade (1) eletromagnetismo (1) energia (1) entanglement (1) entrevista (1) Equador (1) Erick Vizolli (1) Estados Unidos (1) Feichas Martins (1) Fernando Pessoa (2) filhos (1) Filosofia (1) folclore (1) Frank Sinatra (1) Fritjof Kapra (1) Física (4) Física Quântica (1) Guarujá (2) Harlan Coben (1) Hedy Lamarr (1) hidrogênio (1) hiperespaço (1) História (3) Jasão (1) José Nêumanne Pinto (1) Joyce (1) João Villaret (1) Judaismo (1) Kindle (1) Kobo (1) Leituras e Anotações (10) lenda (1) literatura (5) Livraria Cultura (1) livro (2) Lula (1) lógica (1) Maeve Blinchy (1) manifestações (1) manipulações (1) matemática (1) memória (1) memórias (2) Metrô de São Paulo (1) Michio Kaku (2) Miguel Sousa Tavares (1) mitos (1) motor (1) Movimento Pés Descalços (1) Mônica Martins (1) Música (2) Natal (1) natureza (1) Navegação (1) neurônios (1) Newton da Costa (1) Nick Bostrom (1) Nova York (1) origem da vida (1) Orlando Villas Boas (1) Paixão (1) Paris (1) Penélope (1) petição (2) petróleo (1) Pitangueiras (2) Pitkanen (1) poesia (17) povos indígenas (2) praia (1) Provocações e Desafios (9) Recife (1) Reminiscëncias (4) Richard Dawkins (1) Robert Paster (2) Roger Penrose (1) romance (1) Russia (1) safari (1) Segunda Guerra Mundial (1) semiótica (1) soberania (1) social-democracia (1) sociedade civil (1) Stephen Hawking (1) Sundries (27) Tabacaria (1) tecnologia (1) Telêmaco (1) Teoria Antrópica (1) teorias (1) teorias da conspiração (1) TGD (1) The God Delusion (1) tradição (1) Ugo Volli (1) Umberto Eco (1) Universidade Barefoot (1) utopia (1) Velocino de Ouro (1) viagem (1) vida (1) Você sabia? (3) voto (2) voto nulo (2) Was the universe made for us? (1) Índia (1)